sábado, 5 de novembro de 2011

LOLA 57

7 comentários:

Bill disse...

humor negro

Ori Prado e Silva disse...

Eu conheci um minotauro
que se chamava Cachorro.
Metade de seu olhar era
de uma cadela; a outra, de touro.

E sangrava de um olho
E sangrava de um olho

E sangrava de um olho
Como um rio corta a terra
Como um esgoto corre pro mar

E sangrava de um olho
E sangrava de um olho

E sangrava de um olho
Como só o retrato de uma santa
sabe sangrar

Era bonito vê-la sangrar

Ó minha dona, ó minha dona
de cabeça de touro
de cornos de ouro
Santa, santa a sangrar

Cris disse...

foda! rsrsrss

Natali disse...

Parece um sonho de Sandman...

danielog disse...

hummm.....
eu vou encher o saco.

a lola é sua, mas o tom não parece que pertence ao universo dela.

sou fiel aos que respeito. só digo isso para contribuir e ser lido por um mestre dando uma contribuição que considero importante...

abraço grande!

Dinheiro disse...

Fala sério... kkkkkkk

Anónimo disse...

ta, nenhum vai explicar né?
to explicando entao.
a lola tava mole de sono.
e esse poema, é ruim. ruim.

Etiquetas