segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

dionísio 01

12 comentários:

Daniel disse...

Muito bom!
Gênio!

El Bergo disse...

opa, que legal, nunca li essa!
vai ser uma pagina por dia?

Fontes disse...

uou, história nunca publicada? To curtindo esse blog cada vez mais!

Parabéns pelos Sete Pecados, aliás.

Tefo disse...

hahaha, é a história de um guardinha de guarita!

Breno Guarana disse...

No cybercomix vinha em formato meia página, não? Bem melhor assim... As outras de lá também devema aparecer pro aqui?

Anónimo disse...

Olá, Laerte. Tudo bom?

Sou Flávio Moreira, jornalista do UOL Interação, que, entre outras coisas, cuisa dos blogs do portal. Gostaria de conversar com você.

Por favor, entre em contato com o e-mail aut_fmsilva@uolinc.com.

Obrigado e um abraço!

flávio Moreira

Hemeterio disse...

Lembro dessa história, e também das minhas preferidas, Fuck! Fuck! Fuck! com roteiro do Adão e outra que não me lembro o nome, mas era sobre a filha de um aventureiro inglês, miss Emily.

Cascavelense disse...

Muito bom, nesse espaço será muito bom mesmo ter acesso a esse trabalho pouco conhecido.

Wlad disse...

eu vi e me lembrei dela na segunda vez q entrei no blog.

curtia muito o cybercomix..

Anónimo disse...

Muito Bacana. Ninguém desenha a vida urbana ordinária brasileira com tanta beleza, quase universal como o Laerte.

Taí, não queria, mas puxei saco.

Pan disse...

Lindo!

*-*

Fábio disse...

FINALMENTE ALGO Q RECONHEÇO!
sinceramente não sou cult o suficiente pra entender ou achar graça nas coisas que tinha visto aqui

Etiquetas