segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

respostas

- “Rostom” é um nome, na língua de um dos povos que vivem em volta do Mar Negro. Khvicha, Guram e Ia são outros nomes.
- Alguém sugeriu, achei bacana: vou postar aqui outras coisas, também, além das tiras que saem na Folha. Algumas antigas, outras inéditas.
- Mas primeiro os 7 pecados.

9 comentários:

Luiz Pires disse...

Rostom é uma anagrama para mortos...

R-O-S-T-O-M
M-O-R-T-O-S

ok, ok... eu sei que isso é meio "código da vinci", mas qual é?! É uma anagrama sim!

E pode ser um nome também... heheh

abraços!
e continue o ótimo (maravilhoso! estupendo!) trabalho Laerte! suas tiras são um colírio para minhas manhãs no emprego

José disse...

Obrigado, pedinte
Obrigado, Laerte

Santanense disse...

Isso, pode colocar tudo aqui, pois nossa sede é grande...

marcelo disse...

mas che, agora sim cai a casa! dale que vá!

Daniel Souza Luz disse...

Ei Laerte, vi naquela revista Língua Portuguesa que você curte anagramas, você escolheu Rostom de propósito ou é uma simples coincidência o que foi apontado no primeiro comentário?
Aliás, muito foda o final do Minha Guerra Mundial. Mais legal ainda que o do Minotauro - que me lembrou, de certa forma, o da Garagem Hermética do Moebius.

José disse...

laerte é o rei dos palíndromos
faz sentido que goste de anagramas também

Daniel Souza Luz disse...

É mesmo, eram palíndromos enão anagramas, viajei! Mas quem curte também deve curtir o outro

Pan disse...

Eu saquei que era o nome do cara em outra língua.
E foi um fim genial, devo dizer.

Tefo disse...

Mais uma pergunta: porque a índia do adesivo de caminhão está colada no seu blog?

Etiquetas