segunda-feira, 16 de maio de 2011

11-05-11

3 comentários:

Marcos R. B. Lima disse...

Olá, Laerte.

Interessante perceber como de certa maneira sua obra é influenciada por momentos literários bem distintos e marcantes (como a reiterada repetição de citações dos parnasianos Bilac e Raimundo Correa ou ainda a referência ao nosso cancioneiro popular).

Parabéns, Laerte. Suas tiras estão cada vez mais interessantes!

matheus aguiar disse...

acho que poetas gostam da Lua porque ela é um idílio impossível.

posso estar errado.

NIC1138 disse...

Liberdade é pegar a lua com a mão.

Etiquetas