segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

eu, travesti - parte 6

2 comentários:

marcelo noah disse...

cara, tava com uma certa dificuldade aqui de entrar na coisa toda com as três primeiras partes, mas agora caiu a ficha de vez! o rítmo desta série tá muuito envolvente, me pegou de jeito agora! outra batida, verossímil, humano às ganha, realista na medida que a realidade é tão difícil de capturar, aponta em várias direções de forma diferente do daydream minotáurico. lindo, laerte, lindo! porra, sigo me sentindo mais "human friendly" com tua obra, mais amplo. muy rico!

Pan Box disse...

Sinceridade conta.

Etiquetas