segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

guerra 01



13 comentários:

Laerte disse...

Começo outra história. Não ponho teto - vamos ver até onde vai essa guerra.

Anónimo disse...

Monstro. Laerte, você é demais.

Keep Walking.

André

Pablo disse...

quixotesco :)

Anónimo disse...

yeah yeah yeah, Lama.

Anónimo disse...

Soldado W., plantonista com o saco cheio de dar plantão em mais um natal e reveillon apresentando-se senhor!

André Almeida disse...

mais uma série genial! tenho certeza.

Pan disse...

Ah as guerras pessoais...

Anderson disse...

Eba! Essa já começou fantástica!
Dá-lhe Laertón!

teclas pretas disse...

laerton,
não tenho podido acompanhar nesses dias, correrei atrás do prejuízo. um natal bacana pra você e os seus!

GLAUBER

todaessaagua disse...

ah, há algum tempo que vejo minha guerra ilustrada nessas tirinhas. e agora que é literal, vamos ver até onde vai! laerte, avante com o blog!

Marcio Marques disse...

Bacana... mas a Dona Ruth ficou com jeito de estar incompleto (o que é completo?) espero que um dia ela volte com a sua cara de Reitor de Faculdade.

E por algum motivo eu gosto mais do Laerte rebocando personagens femininos... preferência estranha (Eu travesti se enquadra? Claro, mas clamo uma série solo da Gigi). Biene, feliz natal galera.

May Sigoli disse...

ISSO!ISSO!ISSO!
Muito boa!!!

Mineiro disse...

Laerte, quanto tempo você leva para desenhar estas tiras? Sempre tive curiosidade sobre isso, pois são criativas e sempre parece-me que quando são publicadas passaram por um longo trabalho.

Etiquetas